Vasalisa, a sabida – Yoga, Mulheres e Lobos

Vasalisa, a sabida – Yoga, Mulheres e Lobos

“Para compreender uma estória dessas, consideramos que todos os seus componentes representam a psique de uma única mulher. Desse modo, todos os aspectos da história pertecem a uma única psiquê que passa por um processo de iniciação. A iniciação é representada pelo cumprimento de certas tarefas. Nesse conto, há nove tarefas a serem cumpridas pela psique. Elas se concentram na aprendizagem dos hábitos da Velha Mãe Selvagem.” Katia Bueno

Nos dias 12,13 e 14 de abril aconteceu o primeiro Workshop que ligou práticas do Yoga com o capítulo Vasalisa, a sabida, do livro Mulheres que Correm com os Lobos, de Clarissa Pinkola Éstes.

Durante este feriado de Páscoa, portanto, de renascimento, realmente nos conectamos com o que há de sagrado em nosso ser. Trabalhamos dentro do corpo e de dentro dele, a partir de uma visão o mais equânime possível, todos os pontos que devemos sempre passar para ampliar nossa visão interna e junto dela, aprender com a sombra, aprender sobre a naturalidade das mudanças e confiar em nossa intuição.

A partir desta confiança, agir no mundo, de coração aberto, porém, sem ingenuidade.

Pudemos trabalhar com dinâmicas e falar sobre como aprendemos e estamos aprendendo a ouvir e respeitar nossa intuição; trabalhamos com técnicas de relaxamento para abrir espaço para o novo; fizemos meditações guiadas para aprender a observar e cultivar o silêncio interno; conversamos com nossa anciã sábia e escutamos seus conselhos.

Muita coisa foi colocada enquanto compartilhamos e colocamos nossos pontos de vista sobre a história.

Foi um lindo feriado de partilha e crescimento numa troca intensa e linda de energia, de onde criamos laços de amizade e juntas renascemos para uma mulher mais sábia e confiante de si mesma.

Gratidão ao Laboratório Lunar, Carol e Rafa, pelo espaço, recepção e comidinhas veganas deliciosas!

Gratidão Kami pelas lindas fotos!

Gratidão Jus que ajudou com toda a parte de divulgação e inscrições :)

Gratidão Mari, Su e Maria que abriram seu coração, seu tempo e se doaram, trocaram e ensinaram muito!

Gratidão à Grande Mãe, que proporcionou que tudo acontecesse!

Namasthea!

Author Bio